Hoje em dia já ninguém lá vai, aquilo está cheio de gente

Artigos etiquetados “citações

Sabermos

Publicado em 24/03/2021

— (…) filho, eu disse-te que se tu não tivesses perdido a cabeça, eu ter-te-ia-mandado ler para ela na mesma. Queria que visses qualquer coisa nela… queria que visses o que é a verdadeira coragem, em vez que pensares que coragem é um homem com uma arma nas mãos. Coragem é sabermos que estamos vencidos à partida, mas recomeçar na mesma e avançar incondicionalmente até ao fim. Raramente se ganha, mas às vezes conseguimos.

—Harper Lee, Mataram a Cotovia, Relógio D’Água, 2016

Sim, Calças

Publicado em 19/03/2021

— Mr. Radley disparou contra um negro na horta.
— Ah. E acertou-lhe?
— Não — disse Miss Stephanie. — Disparou para o ar. Acho que ele ficou branco como a cal. Por isso, se alguém vir um negro branco, é ele. E diz que tem o outro cartucho à espera de ouvir o próximo barulho que venha daquele quintal, e que da próxima vez não vai disparar para o ar, seja cão, seja negro, ou… Jem Finch!
— ‘Senhora? — perguntou o Jem.
O Atticus pronunciou-se: — Onde é que estão as tuas calças, filho?
— Calças, pai?
— Sim, calças.

—Harper Lee, Mataram a Cotovia, Relógio D’Água, 2016

I Don’t Mean Maybe

Publicado em 11/03/2021

(…)
Anyways the guy on the station, he is called Mick Jagger and all the chicks and the boys meet every Saturday morning in the ‘Carousel’ some juke-joint well one morning in Jan I was walking past and decided to look him up. Everybody’s all over me I get invited to about 10 parties. Beside that Mick is the greatest R&B singer this side of the Atlantic and I don’t mean maybe. I play guitar (electric) Chuck style we got us a bass player and drummer and rhythm-guitar and we practice 2 or 3 nights a week. SWINGIN’.

Of course they’re all rolling in money and in massive detached houses, crazy, one’s even got a butler.
(…)

Passei a respeitar bastante mais os Rolling Stones depois de ler esta carta que Keith Richards escreveu à sua tia Patty em 1962. Hoje lembrei-me disto do site Letters of Note.

Só Pode Ter Sido Pintado Por Um Louco

Publicado em 08/03/2021

Foi determinado através de infravermelhos que “Kan kun være malet af en gal Mand!” foi escrito pelo próprio Edvard Munch no quadro conhecido como “O Grito” de 1893. O nome atribuído pelo autor em alemão é “Der Schrei der Natur” (O Grito da Natureza). Na sua entrada do diário de 22 de Janeiro de 1892 em Nice, escreve:

Num fim de tarde eu ia por um caminho, a cidade estava de um lado e o fiorde abaixo. Senti-me cansado e doente. Parei e olhei para o fiorde — o Sol punha-se e as nuvens ficaram vermelho sangue. Senti um grito a percorrer a natureza; pareceu-me ter ouvido o grito. Pintei esta imagem, pintei as nuvens como verdadeiro sangue. A cor gritou. E isto tornou-se “O Grito”.

Scientific American.

Marretas

Publicado em 23/02/2021

This program includes negative depictions and/or mistreatment of people or cultures,” the disclaimer reads. “These stereotypes were wrong then and are wrong now. Rather than remove this content, we want to acknowledge its harmful impact, learn from it and spark conversation to create a more inclusive future together.

Fox Business

E filmes como The Aristocats, Dumbo ou Peter Pan, também não passam na sensível mentalidade dos magníficos ditadores do politicamente correcto. Terão sido os dois velhotes que fizeram queixa para se vingarem da Covid-19? Talvez não: