Hoje em dia já ninguém lá vai, aquilo está cheio de gente

Artigos etiquetados “iphone

Provoke

Publicado em 30/07/2020

Porto

Rua do Bonjardim, Porto. iPhone XR, Provoke D100.

Purovōku, é o subtítulo da revista Provocative Materials for Thought (Shisō no tame no chōhatsuteki shiryō) fundada no Japão em 1968 por Kōji Taki, Takuma Nakahira, Yutaka Takanashi e Takahiko Okada. Juntou-se-lhes no segundo número Daidō Moriyama. Apesar de ter durado apenas três números, influenciou uma ideia completamente nova da fotografia no Japão.
Toshihiko Tambo é o autor da aplicação Provoke Camera para o iPhone. É extremamente fácil de utilizar e tem nove modos a preto e branco e quatro a cores.

  1. HPAN Alto contraste
  2. NPAN Normal
  3. LPAN Baixo contraste
  4. X800 More High Contrast with more noise.
  5. I800 Filtro tipo infra-vermelhos.
  6. Z800 +2EV com mais ruído.
  7. D100 Escurecido com blur (4Pixel)
  8. H100 Alto contraste com blur (4Pixel)
  9. E100 +1.5EV com Blur (4Pixel)
  10. Nofilter
  11. 100 Cores antigas.
  12. 100U Vívido e focado.
  13. 160N Suave.

Como o processamento do efeito é em tempo real, tem tendência a ser algo lenta, mas não demasiado (num iPhone XR). Também se podem carregar fotografias da library e aplicar o efeito posteriormente — só neste caso se fica com duas versões, se a fotografia for captada com a aplicação o resultado é só uma fotografia.
Além dos efeitos Provoke, tem a opção para ligar e desligar o flash, filme 126 (quadrado) ou 35mm e um botão quase imperceptível ± para aplicar mais ou menos o estilo escolhido. Nas preferências podemos escolher ter ou não geotag, gravar em formato tiff e ligar uma grelha de 1/3. Por fim a opção de utilizar a câmara frontal.
Gastar 1,99€ na Provoke Camera é o que se chama uma excelente aplicação.