Vicente Pinto de Abreu

—Se posso ouvir os originais, para quê que vou ouvir as cópias? (Referia-se às imitações, não só na música.) Imagem Alínea A, onde tem cinco sessões geniais.

Ainda aprendi umas coisas com o Vicente, embora possa surpreender muita gente, as nossas conversas foram mais sobre livros do que sobre música. Além dos lugares comuns que me assaltaram, essencialmente sobre o tempo que se perde em estupidez — se eu viver tanto como o Vicente fico mais dois anos —, fiquei super-triste com esta notícia.

0
0