Hoje em dia já ninguém lá vai, aquilo está cheio de gente

Artigos etiquetados “david angell

TV em Agosto

Publicado em 31/08/2021

Frasier (nona temporada, 2001)

Criado por David Angell, Peter Casey e David Lee.
☆ ☆ ☆ ☆

Frasier (décima temporada, 2002)

Criado por David Angell, Peter Casey e David Lee.
☆ ☆ ☆ ☆

Death in Paradise (primeira temporada, 2011)

Estou a gostar de rever. Criado por Robert Thorogood.
☆ ☆ ☆ ☆

Death in Paradise (segunda temporada, 2013)

Vi algures Ben Miller a ser entrevistado por Rob Brydon (são parecidos, diz que os confundem frequentemente), onde dizia que quando aceitou fazer a série julgava que seria The Wire (a melhor série de todos os tempos) nas Caraíbas, mas saiu outra coisa. Suponho que terá sido a razão de abandonar o elenco tão cedo e foi uma perda grave, apesar de ter sido bem substituído. Criado por Robert Thorogood.
☆ ☆ ☆ ☆

Ted Lasso (segunda temporada, 2021)

Esta série caiu a pique e tenho até dúvidas que chegue às três estrelas, de qualquer modo talvez devesse chamar-se Roy Kent (aqui o melhor de Roy Kent, para melhor também confesso que agora me parece fraco e deve ser praticamente tudo de Roy Kent).
Mas o que é verdadeiramente pavoroso são as traduções da AppleTV+. É inexplicável. É uma miséria a que nunca assisti em décadas de cinema e tv fracamente legendada. Assim de cabeça, de um episódio qualquer: — As you wish/Vamos junto… Não, não vamos… Criado por Brendan Hunt, Joe Kelly e Bill Lawrence.
☆ ☆ ☆

TV em Julho

Publicado em 31/07/2021

Frasier (sétima temporada, 1999)

Não largou muita da patetice e a piada dos mal entendidos que atravessam, um episódio completo, está cansada. Criado por David Angell, Peter Casey e David Lee.
☆ ☆ ☆ ☆

1971: The Year That Music Changed Everything (2021)

Também conhecido por aqui como “Exposição do incidente”. Deve haver uma mensagem algures, mas passou-me um pouco ao lado. Serviu para eu ver que na sua esmagadora maioria, ligo pouco a este tipo de música, gosto pouco de pregadores do estilo “olha para o que eu digo”, esta malta andava cheia de moral na boca enquanto mantinha ao mesmo tempo comportamentos verdadeiramente espantosos.
A expressão original, a propósito de um concerto dos Doors é “Indecent exposure”, como esta há muitas mais, tal é a qualidade da tradução brasileira da Apple+. Com traduções destas até podiam ter as melhores séries e documentários de todos os tempos. Mudar para legendas em inglês, não é algo fácil e imediato de fazer. Realizada por Asif Kapadia, Danielle Peck and James Rogan.
☆ ☆ ☆

National Treasure (2016)

Realizada por Marc Munden.
☆ ☆ ☆ ½

Frasier (oitava temporada, 2000)

Voltou a melhorar. Criado por David Angell, Peter Casey e David Lee.
☆ ☆ ☆ ☆ ½

The Miniaturist (primeira temporada, 2017)

Felizmente apenas três episódios, o que aliás nem se entende. Realizado por Guillem Morales.
☆ ☆

TV em Junho

Publicado em 30/06/2021

Frasier (quarta temporada, 1996)

Criado por David Angell, Peter Casey e David Lee.
☆ ☆ ☆ ☆ ½

Mare of Easttown (primeira temporada, 2021)

Estas séries são formulaicas, mas inegavelmente bem feitas. O mal é que já vi muitas e rapidamente me apercebo do que se passa, mas desta vez não. Foi óbvio passar-se algo muito para além do que se estava a ver, a partir do momento em que tudo se resolve nos primeiros minutos (de 116) do último episódio. Havia ainda mais de uma hora para nos revelar toda a verdade, que francamente, sendo possível, seria na realidade pouco provável. Tal como a janela temporal do desaparecimento de um revolver e posterior reaparecimento, fundamental para resolver o caso… é possível, mas mesmo muito pouco provável. Criado por Brad Ingelsby.
☆ ☆ ☆ ☆

Frasier (quinta temporada, 1997)

Criado por David Angell, Peter Casey e David Lee.
☆ ☆ ☆ ☆ ½

Frasier (sexta temporada, 1998)

Piorou bastante. A relação de Frasier com as mulheres passou de difícil a patética e até contra o carácter (algo que encaro mal), alguma rábulas são revisteiras e de comédia tão fácil que para mim nem comédia é. O próprio Niles, uma referência do snobismo, tem episódios em que é uma sombra — há um (do dia dos namorados, o mais fraco da temporada) que podia ter sido feito pelo Harold Lloyd. Continuo a gostar de ver quem telefona, Gillian Anderson, Ron Howard… Criado por David Angell, Peter Casey e David Lee.
☆ ☆ ☆ ½

TV em Maio

Publicado em 31/05/2021

For All Mankind (primeira temporada, 2019)

Se não sofresse de todos os tiques das causas americanas do momento, que querem exportar a toda a força para todo o Mundo como hamburgers da McDonalds, seria muito melhor. Criado por Ronald D. Moore, Ben Nedivi e Matt Wolpert.
☆ ☆ ☆ ½

For All Mankind (segunda temporada, 2021)

A continuação dos tiques e causas, mas apesar disso, vê-se. É uma série com um crescendo de problemas que são todos resolvidos atabalhoadamente no último episódio, com um elogio ao individualismo em várias frentes. Se todos aqueles amotinados seguissem ordens, não haveria terceira época, numa Terra destruída por guerra nuclear. A continuar assim, a terceira temporada, em Marte, vai ser penosa. Criado por Ronald D. Moore, Ben Nedivi e Matt Wolpert.
☆ ☆ ☆

Frasier (primeira temporada, 1993)

Frasier é um spinoff de Cheers (Aquele Bar), que segue o psiquiatra Frasier, de Boston para Seattle depois do divórcio, onde mantém um programa de rádio de aconselhamento psicológico. É uma série com episódios de apenas 22 minutos e uma piada incrível. Criado por David Angell, Peter Casey e David Lee.
☆ ☆ ☆ ☆

Frasier (segunda temporada, 1994)

Acho que me tinha esquecido de como é boa esta série. Uma das melhores sitcoms de sempre. Criado por David Angell, Peter Casey e David Lee.
☆ ☆ ☆ ☆ ½

Frasier (terceira temporada, 1995)

Na primeira vez que vi, há décadas, não me lembro de ter reparado que são personalidades reais que telefonam para o programa de rádio do Dr. Frasier Crane… nesta temporada telefonaram Laura Dern, Billy Crystal, Ray Liotta, Matthew Broderick, David Duchovny, Jodie Foster, Carrie Fisher e muitos outros. Criado por David Angell, Peter Casey e David Lee.
☆ ☆ ☆ ☆ ½