Hoje em dia já ninguém lá vai, aquilo está cheio de gente

Artigos etiquetados “cinema 2020

Cinema em Setembro

Publicado em 30/09/2020

Dogman (2018) (48)

Realizado por Matteo Garrone.
3 estrelas e meia

The Goldfinch (2019) (49)

Realizado por John Crowley.
3 estrelas e meia

Amarcord (1973) (50)

Realizado por Federico Fellini.
Quatro estrelas e meia

Greyhound (2020) (51)

O primeiro filme que vi na Apple TV+… que fraco. Leva duas estrelas por caridade. Assim a Apple como produtora de originais não faz qualquer falta. Realizado por Aaron Schneider.
2 estrelas

Maya (2018) (52)

Não tem um filme mau a Mia Hansen-Løve.
Quatro estrelas e meia

Beoning (2018) (53)

Os coreanos também conseguem não ter um filme mau… pelo menos dos que chegam até mim. Em português “Em Chamas”. Realizado por Chang-dong Lee.
Quatro estrelas e meia

Taxi (2015) (54)

Fico sempre admirado com a qualidade do cinema iraniano e como com uma escassez de meios tão grande se fazem filmes tão bons. Basta talento, uma boa ideia e principalmente ter que dizer. Realizado por Jafar Panahi.
4 estrelas

The Social Dilemma (2020) (55)

Documentário sobre a vida sempre em linha. A amoralidade dos algoritmos que moldam agora a vida de milhões de pessoas e mais uma vez, a vigilância permanente — hoje é para vender coisas, amanhã está bom de ver para o que será. Realizado por Jeff Orlowski.
4 estrelas

Gimme Danger (2016) (56)

Revi este documentário sobre os Stooges sem saber, porque só mesmo quase no fim me lembrei que já o tinha visto. “Muito obrigado à pessoa que me atirou esta garrafa de vidro à cabeça. Quase me mataste mas voltaste a falhar, volta a tentar para a semana.” Realizado por Jim Jarmusch.
4 estrelas

Yek khanévadéh-e mohtaram (2012) (57)

Em português “Uma Família Respeitável”. Realizado por Massoud Bakhshi.
4 estrelas

Asphalte (2015) (58)

Que filme fraco e sem qualquer piada (para comédia, é bizarro), leva duas estrelas por caridade. Em português “Histórias de Bairro”. Realizado por Samuel Benchetrit.
2 estrelas

Jagten (2012) (59)

Um filme extremamente duro. Em Português “A Caça”. Realizado por Thomas Vinterberg.
Quatro estrelas e meia

Da-reun na-ra-e-seo (2012) (60)

Elogiei o cinema coreano e não demorou a aparecer este, que não é nada de especial… Mas é com Isabelle Huppert, nunca se sabe o que sai dos filmes dela, o melhor e o pior, certamente. Em Português “Noutro País”. Realizado por Sang-soo Hong.
3 estrelas

Geu-hu (2017) (61)

Em português “O Dia Seguinte”. Realizado por Sang-soo Hong.
4 estrelas

Cinema em Agosto

Publicado em 31/08/2020

Columbus

Columbus.

Columbus (2017) (41)

Realizado por Kogonada. Peculiar no formalismo dos enquadramentos, não só da arquitectura, como também dos personagens.
4 estrelas

L’Amant d’Un Jour (2017) (42)

Realizado por Philippe Garrel. Em português “O Amante de Um Dia”.
3 estrelas e meia

He’s Just Not That Into You (2009) (43)

Realizado por Ken Kwapis. Em português “Ele Não Está Assim Tão Interessado”.
3 estrelas e meia

Såsom i en Spegel (1961) (44)

Realizado por Ingmar Bergman. Em português “Em Busca da Verdade”.
4 estrelas

The Nice Guys (2016) (45)

Realizado por Shane Black. Em português “Bons Rapazes”.
4 estrelas

Steve Jobs (2015) (46)

Se calhar não é filme para quatro estrelas, mas gostei de ver esta perspectiva de um universo que conheço bem. Realizado por Danny Boyle.
4 estrelas

What Happened to Monday (2017) (47)

Realizado por Tommy Wirkola.
3 estrelas


Cinema em Maio

Publicado em 31/05/2020

August: Osage County (2013) (34)

Realizado por John Wells. Em português “Um Quente Agosto”.
4 estrelas

L’Amore Molesto (1995) (35)

Realizado por Mario Martone. Em português “Vítima e Carrasco”.
3 estrelas

Barefoot (2014) (36)

Realizado por Andrew Fleming. Este filme é um remake de um filme alemão (Barfuss de 2005) baseado no mesmo argumento de Stephen Zotnowski. Em português “Amo-te Como És”.
4 estrelas

The Score (2001) (37)

Realizado por Frank Oz. Em português “Sem saída”.
3 estrelas

Hungry Hearts (2014) (38)

Realizado por Saverio Costanzo. Em português “Corações Inquietos”.
2 estrelas

Largo Winch II (2011) (39)

Realizado por Jérôme Salle. Em português “Largo Winch 2 – Conspiração na Birmânia”.
3 estrelas

Contagion (2011) (40)

Realizado por Steven Soderbergh. Tendo em conta o que se passa hoje, este filme é incrivelmente presciente e uma demonstração cabal do bom trabalho que a indústria do medo realizou. Nem Hollywood imaginou tanto e exceptuando duas ou três nuances para o espectáculo, o resto está muito de acordo com a realidade. Em português “Contágio”.
4 estrelas

Cinema em Abril

Publicado em 30/04/2020

Sommaren med Monika (1953) (31)

Realizado por Ingmar Bergman. Em português “Mónica e o Desejo”.
4 estrelas

Touch Me Not (2018) (32)

Realizado por Adina Pintilie. Em português “Não Me Toques”. Uma busca de intimidade ou de outra coisa qualquer… nunca vi nada igual, nem parecido. Também não é todos os dias que vejo um filme da Roménia, Alemanha, França, Bulgária e República Checa.
4 estrelas

The Good German (2006) (33)

Realizado por Steven Soderbergh. Uma espécie de film noir que não chega realmente a sê-lo. Pede emprestado a muitos clássicos sem nunca sequer chegar lá perto.
3 estrelas

Cinema em Março

Publicado em 23/03/2020

Hikari (2017) (24)

Realizado por Naomi Kawase. Em português “Esplendor”.
3 estrelas

Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora é Outro (2010) (25)

Realizado por José Padilha.
4 estrelas

Kynodontas (2009) (26)

Realizado por Yorgos Lanthimos. Em português “Canino”.
4 estrelas

Shalako (1968) (27)

Realizado por Edward Dmytryk. É muito fraco este filme, mas dou três só pela Brigitte Bardot (que me intriga porque é um filme que não tem os animais em grande conta).
3 estrelas

Man on Fire (2004) (28)

Realizado por Tony Scott. Em português “Homem Em Fúria”.
3 estrelas e meia

Powder Blue (2009) (29)

Realizado por Timothy Linh Bui. O melhor deste filme são os clichês, salvo pela Jessica Biel. Em português “O Amanhã Será Melhor”.
3 estrelas

P.S. I Love You (2007) (30)

Realizado por Richard LaGravenese. Acabou mal o mês, por vários motivos.
2 estrelas