Hoje em dia já ninguém lá vai, aquilo está cheio de gente

Artigos etiquetados “felix van groeningen

Cinema em Setembro

Publicado em 30/09/2022

Conte d’automne (1998) (70)

Em português “Conto de Outono”. Realizado por Éric Rohmer.
☆ ☆ ☆ ☆

Pickpocket (1959) (71)

Em português “O Carteirista”. Realizado por Robert Bresson.
☆ ☆ ☆

Gomorra (2008) (72)

Em português “Gomorra – Director’s Cut”.Realizado por Matteo Garrone.
☆ ☆ ☆

The Broken Circle Breakdown (2015) (73)

Em português “Ciclo Interrompido”. Realizado por Felix van Groeningen.
☆ ☆ ☆

Madeo (2009) (74)

Em português “Mother — Uma Força Única” (estes títulos são inexplicáveis). Realizado por Bong Joon Ho.
☆ ☆ ☆ ☆

Babardeala cu bucluc sau porno balamuc (2021) (75)

Em português “Má Sorte no Sexo ou Porno Acidental”. Realizado por Radu Jude.
☆ ☆

Berlin Alexanderplatz (2020) (76)

Realizado por Burhan Qurbani.
☆ ☆ ☆ ☆ ½

Lacci (2020) (77)

Realizado por Daniele Luchetti.
☆ ☆ ☆ ☆

After Love (2020) (78)

Realizado por Aleem Khan.
☆ ☆ ☆ ½

Tre Piani (2021) (79)

Em português “Três Andares”. Realizado por Nanni Moretti.
☆ ☆ ☆ ½

Du som er i himlen (2021) (80)

Em português “Assim Como No Céu”. Realizado por Tea Lindeburg.
☆ ☆ ☆ ½

Ouistreham (2021) (81)

Em português “Ouistreham – Entre Dois Mundos”. Realizado por Emmanuel Carrère.
☆ ☆ ☆ ☆

I Came By (2022) (82)

Realizado por Babak Anvari.
☆ ☆ ☆ ½

Crimes of the Future (2022) (83)

Um filme que dá à expressão facebookiana “lindo por dentro e por fora” um justo significado. Léa Seydoux é uma actriz que parece estar por todo o lado. Realizado por David Cronenberg.
☆ ☆ ☆ ☆

Funny Pages (2022) (84)

Realizado por Owen Kline.
☆ ☆

Cinema em Junho

Publicado em 30/06/2021

Doubles Vies (2017) (39)

Em português “Vidas Duplas”. Realizado por Olivier Assayas.
☆ ☆ ☆ ½

Beautiful Boy (2018) (40)

Realizado por Felix van Groeningen.
☆ ☆

Como Nossos Pais (2017) (41)

Realizado por Laís Bodanzky.
☆ ☆ ☆ ☆

Giulietta Degli Spiriti (1965) (42)

Que seca de filme, dou três e é por caridade. Em português “Julieta dos Espíritos”. Realizado por Federico Fellini.
☆ ☆ ☆